Pular para o conteúdo principal

Bonecos que dão frutos...







confecção da boneca Lela Magrela versão "Consul"
encomenda para comemoração dos 60 anos, da marca

fonte planeta retalho


Artesãs usam design e empreendedorismo para gerar renda com assessoria do Consulado da Mulher

Notícias 17/05/2010
 Ideia é criar identificação cultural dos produtos com a região de Joinville; ateliê do grupo será inaugurado nesta quinta-feira   Um grupo de mulheres do Parque Guarani, um dos bairros de maior vulnerabilidade social de Joinville, acreditou em uma boa ideia e, com o auxílio do Consulado da Mulher e do Sebrae, já está colhendo os resultados. As participantes começaram a produzir bonecas de pano artesanalmente, e, após um curso com noções de design e empreendedorismo, no Consulado, passaram a agregar valor aos produtos inserindo símbolos da cultura joinvilense nas peças. O ateliê do grupo será inaugurado nesta quinta-feira, 20, às 10h. O espaço foi montado com recursos da campanha “Sou Mais eu Renner” e a assessoria do Consulado da Mulher.   Além do rendimento financeiro que o projeto propicia às mulheres que fabricam as bonecas, há ganhos de outra natureza. “Para elas, é algo novo e interessante, que representa a possibilidade de gerar renda e melhorar a qualidade de vida de suas famílias. Há também a preocupação ambiental por meio de práticas de sustentabilidade, como a reutilização e reciclagem dos insumos de produção”, resume Leda Böger, coordenadora do Consulado da Mulher em Joinville.   O grupo de mulheres artesãs, que passou por uma formação com consultores credenciados pelo Sebrae, já está colhendo os louros do empenho para melhorar a qualidade e o apelo do seu artesanato. A produção atual – aproximadamente 150 peças por mês – envolve cerca de 20 pessoas e contou com o apoio da uma conceituada empresa têxtil da Região Sul, que ofereceu capacitação em técnicas de costura. A produção tende a aumentar, já que o projeto foi contemplado em um edital de incentivo ao empreendedorismo de uma rede nacional de lojas, o que possibilitou a compra de mais máquinas de costura e melhorará as condições de trabalho. O atelier das empreendedoras, que será inaugurado em maio, terá o nome de “Planeta Retalho”. Por enquanto, a boneca “Lela Magrela” ainda responde pelo maior montante de vendas. A intenção é ampliar a linha, passando a produzir também artigos infantis e uma linha para gestantes.   Sobre o Instituto Consulado da Mulher O Instituto Consulado da Mulher é uma ação social da marca Consul  criada para que mulheres de baixa renda encontrem oportunidades de geração de recursos para a melhoria da qualidade de suas vidas e as de suas famílias. Utilizando uma metodologia própria, o Consulado da Mulher oferece assessoria para essas mulheres nas cidades de Manaus (AM), São Paulo (SP), Rio Claro (SP) e Joinville (SC), além de um programa que atende organizações sociais que trabalham com o incentivo ao empreendedorismo popular em todo o Brasil. No ano passado, o Consulado da Mulher beneficiou diretamente 1.080 mulheres. Nos primeiros três meses de 2010, somente na cidade de Joinville, 123 mulheres passaram pelo processo de assessoria e já estão gerando renda e contribuindo com a melhoria da qualidade de vida de suas famílias. Para mais informações, acesse: www.consuladodamulher.org.br
Assessoria de Imprensa Consulado da Mulher. Jornalista responsável: Guilherme Diefenthaeler (reg. prof. 6207/RS). Texto: Jouber Castro. Tel. (47) 3025-5999.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

boneca japonesa passo -a - passo com moldes

boneca bebê com moldes

Olha que fofura!!





Que cute

fonte aqui
Eles vendem o molde por 40,00. Quem quiser me doar algo parecido estou aceitando! rs
É verdade!